Postagens populares

29 de maio de 2013

Biografia Wolfgang Amadeus Mozart

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) foi músico e compositor austríaco, considerado um dos maiores da música erudita e um dos compositores mais prolíficos da história da música.

O nome de batismo era Joannes Chrysostomus Wolfgangus Theophilus Mozart, porém, o “Amadeus” foi incluído por conta do apelo italiano, cuja música era forte nos séculos 15 a 18. Nasceu em Salzburg e foi atração principal em muitas cortes europeias pela sua precocidade, pois já tocava cravo e piano com apenas três anos e aos cinco já tinha composto algumas peças musicais. Além da genialidade, Mozart tinha o estímulo de seu pai, Leopold Mozart, que o preparou para o mundo musical e acompanhou até a morte do filho.

Mozart é considerado um dos músicos mais produtivos e prolíficos, a exemplo de Bach, Haydn e Handel. Viveu no período do chamado classicismo da música, cujo estilo era representado pela valorização da melodia e o apreço à arte graciosa e simples, em detrimento das complexidades harmônicas do barroco. Mozart, embora em grande parte da obra fizesse uso do estilo vigente, sobressaiu-se ao estilo da época.

Mozart escreveu muitas obras-primas. Óperas (“O Rapto do serralho”, “Idomeneo-Rei de Creta”, “A Bodas de Fígaro”, “Così Fan Tutte”). Mas nesse gênero, a maçônica “Flauta Mágica” e a trágica "Dom Giovanni" são proeminentes. Escreveu várias obras sacras, várias missas, dessas, as mais famosas são “A Grande Missa” e o inacabado “Réquiem”, esta última composta pouco antes da morte do músico. Escreveu também muitas obras de câmara, sonatas, variações e 41 sinfonias.

Mozart morreu pobre e foi enterrado numa vala comum. Não se sabe onde foi sepultado. As circunstâncias de sua morte também são desconhecidas, mas existem hipóteses de que morreu de sífilis ou de uma infecção generalizada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário